Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro

Orquestra de Câmara Theatro São Pedro encerra Concertos Dominicais 2017 com Edu Martins Grupo

No próximo domingo (20), a Orquestra de Câmara Theatro São Pedro (OCTSP) encerra a ETAPA I da série Concertos Dominicais 2017. Sob a regência do maestro Antônio Carlos Borges-Cunha, esta apresentação mostrará a força e desenvoltura na mistura da música brasileira com jazz contemporâneo proposto pelo Edu Martins Grupo. “A ideia deste concerto é fazer uma fusão, mostrar a nossa música junto do jazz, que o Edu Martins trata como contemporâneo. E nesse ano temos uma grande novidade: a participação da cantora Ana Lonardi”, comenta o maestro.

O repertório é na sua maioria composto pelo baixista, compositor, arranjador Edu Martins. O paulista radicado em Porto Alegre é um defensor da música instrumental e promete muita energia no palco do Theatro, por meio de improvisos e interações. “Música instrumental é um trabalho de imaginação, nós podemos dar um salto para o abstrato ouvindo essas canções, viajamos. Podemos olhar e recriar um passado e, logo depois, conseguimos enxergar o futuro, a música nos permite isso”, conta Martins.

O Edu Martins Grupo é composto pelos músicos Edu Martins (baixo) Luiz Mauro Filho (piano), Marquinhos Fê (bateria) e Diego Ferreira (saxofone). O grupo trará composições próprias, um arranjo do clássico de Tom Jobim “Garota de Ipanema” e uma forte amostra do jazz de vanguarda “Lost Horizon”, do saxofonista Dave Liebman com quem Edu se apresentou em 2013, dentro do calendário do Theatro São Pedro.

Em 2017, a cantora Ana Lonardi surge como novidade no concerto a fim de agregar a apresentação, ela dará voz a duas músicas. “O que o Edu propõe é um exercício de criação, e isso não pode ser perdido. Ele apresenta um estilo de cultura diferente para as pessoas, estabelece conexões, o que é fundamental”, conta a cantora que fará sua primeira apresentação junto da OCTSP. Outro ponto levantado por Ana, é a oportunidade que os Concertos Dominicais trazem. “Acho maravilhoso um projeto como esse, porque cultura mais educação formam identidade. E os concertos nesse horário, nesse dia são uma forma de não deixar isso morrer, é um caminho necessário para a sobrevivência da música.”

O maestro Borges-Cunha e o baixista Edu Martins também veem o horário dos Concertos Dominicais como um diferencial. “Fazer um concerto com aproximadamente uma hora de duração, num domingo de manhã é muito apropriado, é um horário nobre. Gostaríamos de poder fazer todo domingo um concerto para o público”, afirma o maestro. E segundo Martins: “Os Concertos Dominicais são um sinal de extrema maturidade social. É um avanço civilizatório que a gente consegue fazer de maneira criativa, seja pela troca de alimento, seja em ir ao theatro. A família pode ver a orquestra, em um espaço rico no centro da cidade, comer, se divertir e conhecer um pouco mais sobre música.”

 

Serviço Concertos Dominicais 2017 – Edu Martins Grupo:

Quando: 20 de agosto

Horário: 11h

Onde: Theatro São Pedro

Quanto: 1 ingresso equivale a 1kg de alimento não perecível. (É importante a troca antecipadamente. A bilheteria do Theatro fica aberta de segunda a sexta, das 13h às 18h30 e sábado das 15h às 18h).