Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro

Patrocínio Cultural Incentivado

As leis de incentivo a cultura surgiram na decada de 90. São leis estaduais (LIC) e federais (lei Rouanet).

A primeira aplicável a pessoas jurídicas, com ICMS. É possível deduzir o valor doado, do montante devido, como ICMS, ao governo estadual. 25% do valor doado deve ser depositado ao Fundo de Apoio a Cultura (FAC). Desta forma, a empresa incentiva a OCTSP – com seu patrocínio deduzido do ICMS – mas, tem ainda a oportunidade de fortalecer o FAC destinado a ações governamentais, como:

A lei Rouanet, aplicável a pessoas físicas (PF), que declarem imposto de renda completo, e jurídicas (PJ), cujo o imposto de renda seja baseado no lucro real. Entre 4% (PJ) e 6% (PF) do valor devido, ou a restituir, do IR podem ser destinados integralmente ( sem taxas ou encargos extras de qualquer natureza) a atividade orquestral.

Por favor se sua empresa declara pelo lucro real, ou sendo você pessoa física com IR completo, não hesite em contatar-nos. Asseguramos que não há compromisso ou burocracia envolvida nesta ação que representa uma doação sem ônus para você ou sua empresa.